Angel Carracedo, o investigador galego de nível mundial aquando do seu doutoramento honoris causa pela Universidade do Minho[2020]

O professor catedrático da Universidade de Santiago de Compostela levou o seu grupo forense a nº 1 do mundo e é considerado “o Leonardo da Vinci da genética” pela Fundação Santiago Latorre.

É neto de médico, filho de bancário e quase foi faroleiro e pescador. Mas é na genética forense que Angel María Carracedo Álvarez se destaca. Criou na Galiza um grupo líder mundial cujas técnicas se generalizaram em laboratórios dos cinco continentes, estando ainda ligado a mais de 3000 perícias, inclusive em casos famosos como a identificação de vítimas do tsunami na Ásia e dos atentados do 11 de Março em Madrid. “Estamos concentrados em poder predizer as caraterísticas físicas de um indivíduo a partir de uma amostra biológica”, diz. Anxo Carracedo, como é conhecido, nasceu há 64 anos em Santa Comba, Corunha. Licenciou-se e doutorou-se em Medicina, com um Prémio Extraordinário, pela Universidade de Santiago de Compostela (USC), onde é professor catedrático de Medicina Legal desde 1989 e foi diretor do seu Instituto de Medicina Legal de 1994 a 2012. No currículo inclui a presidência da Academia Internacional de Medicina Legal, da Sociedade Internacional de Genética Forense, da Academia Mediterrânica de Ciências Forenses e da Sociedade Espanhola de Farmacogenética e Farmacogenómica.

Angel Carracedo

Fonte: nos.uminho.pt, 17 Fev 2020

Leia o artigo original aqui.

Partilhe este artigo nas suas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *