Eugénio de Andrade e a Galiza, no seu centenário

A universalidade do poeta português, Eugénio de Andrade (1923-2005), será retomada e divulgada nos países lusófonos, comemorando um dos grandes da poesia lusófona do derradeiro século. Foi um criador de impacto e duma rotunda admiração nos países de língua portuguesa, entre outras aproximações e adesões dos idiomas mais falados do mundo, sendo receptores da sua poesia aos que está traduzida.

A comemoração do seu centenário que começa o dia do seu aniversário, 19 de Janeiro, promete retomar a este escritor de Póvoa de Atalaia, Beira Baixa, onde nasceu. Morou em Coimbra e Porto, nesta última jaz sepultado. Porto é a cidade que vertebra o enorme legado literário que Eugénio espalhou por todo lado, criando um sentimento nesses recantos urbanos desprovidos de atração. Agora estão dotados de relevância e recuperados na sua poesia.

Fonte: nosdiario.gal, 15 Janeiro 2023

Leia o artigo completo aqui.

Partilhe este artigo nas suas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *